Pular para o conteúdo principal

DEUS (NO) GARI


Uma das profissões urbanas mais importantes é a de gari. Passo pelas ruas de nossa cidade, Morada Nova de Minas, e observo o trabalho dessa gente que durante toda semana arrasta folhas de árvores, terra, papel de bala, sacos plásticos e muitos, muitos outros objetos, alguns inusitados.

Imagine o que seria de uma cidade se não existisse garis!? Se ficasse a cargo de cada pessoa limpar a rua na frente de sua casa. Em um curto espaço de tempo os urubus não temeriam pousar nos muros, andar nas ruas e nos passeios. Algumas outras profissões, que também são de grande importância, se sobrecarregariam com um peso descomunal. É o caso, por exemplo, dos profissionais da saúde, médicos, enfermeiros etc. E quando os hospitais e postos começassem a formar filas quilometrais o Fórum e os escritórios de advocacia já estariam abarrotados pelas demandas entre vizinhos. Seria o caos!

Apesar da importância, muitos menosprezam a profissão cuja designação provém do nome de Pedro Aleixo Gari. Nosso mundo é capitalista demais para enxergar Deus nas coisas simples e é consumista demais para deixar de ver a si mesmo como deus. Jesus certa vez disse: “Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me.”(Mateus 25:34-36). Com isso Ele afirma que estaria entre aqueles que o mundo rejeita. Jesus é o Deus que está no faminto, no sedento, no sem-teto, no mendigo, no enfermo, no preso, no gari, no árbitro de futebol, no político, no matuto, na criança ou em qualquer um que a sociedade marginaliza e não demonstra amor.

O contrário disso são os consumistas e religiosos que querem fazer de Deus o “gari” pessoal. Quer que Deus limpe a rua da sua existência, tirando deles as enfermidades, os incômodos e tudo que lhes desagrada. Quer fazer de Deus o seu “garçom” particular quando “exigem” que Deus lhes atenda todos os seus caprichos. E quando Deus lhes contraria em suas frescuragens, esbravejam dizendo: “Onde está Deus? Será que Ele não tem poder para realizar um dos meus desejos?”

Deus não é gari, mas está entre os garis que varrem a porta da minha casa, mesmo quando eles não o reconhecem como Deus.
Glória a Deus!

Ilton
Morada Nova de Minas-MG
Igreja Presbiteriana
24 de agosto de 2010

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM PARA FORMANDOS EM PEDAGOGIA– No auditório da Escola Heloísa de Campos–Morada Nova de Minas–11/02/2011

TEMA: SEMEADORES DO BEM
TEXTO: Mateus 13:3.
Há muitos motivos para hoje ser uma noite de celebrações, uma delas é que vocês venceram, seus familiares e professores vencem com vocês e o que na Grécia antiga era serviço de alguns escravos, hoje, meritoriamente é reconhecida como uma profissão vital para o Sistema Educacional.
Estou aqui para abençoa-los como Deus me incumbiu e não posso fazê-lo sem refletir na pedagogia de Jesus:
Para isto, gostaria de meditar Mateus 13.3 quando Ele diz: “Eis que o semeador saiu a semear”.
Falando de si mesmo, o Mestre dos mestres resume sua prática pedagógica no ato de semear.
Semear parece ser algo simples demais para configurar uma teoria, mas é, ao meu modo de ver, o casamento da vida. O casamento da semente com a terra.
Se Ele andasse pelas ruas corporalmente como o fez a dois milênios, observaria nossos vizinhos plantando o milho nos quintais e lotes vagos nos finais de ano e em janeiro nos ensinaria preciosas lições desde o plantio do mil…

Fortalece

Bíblia em Texto e ÁudioTV PresbiterianaPrograma Verdade e VidaBlog LEITURA BÍBLICA de segunda-feira, 29 de abril de 2013 DESTAQUE: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos peneirar como trigo;mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, fortalece teus irmãos”. (Lc. 22.32).

Este é um dos mais marcantes episódios na vida de Pedro, pois mesmo quando o apóstolo estava sob a obscurecente sombra da autossuficiência, nosso Senhor Jesus roga por ele para que satanás não viesse a peneira-lo como trigo. A verdade é que todos nós seríamos restolho na peneira, destinados à destruição, ao fogo, se Jesus não intercedesse por nós. Jesus, no entanto, não apenas intercede por nós, mas nos comissiona dizendo: “...e tu, quando te converteres, fortalece teus irmãos”. Este é um chamado claro: Fortalecer os irmãos. Escolha fortalecer os irmãos hoje. Escolha abençoar alguém na fé em Cristo esta semana! Pense nisto! Tenha um bom fim de semana em nome de Jesus! M. Ilton.