segunda-feira, 28 de março de 2011

AS DUAS IGREJAS

Dizer que há apenas duas igrejas talvez pode deixá-lo intrigado, pois "igrejas", como a maioria esmagadora das pessoas entendem(um prédio onde se reunem um grupo de pessoas falando no nome de Deus), se multiplicam como bactérias, pelo menos aqui no Brasil.


Ouvi recentemente esta pergunta: “Qual é a igreja verdadeira?”. Embora esse tipo de pergunta venha diminuindo dramaticamente nos últimos anos devido à forte influência do relativismo, ainda há pessoas que ousam fazê-la, demonstrando sua preocupação pessoal com a questão.

sábado, 12 de março de 2011

quarta-feira, 9 de março de 2011

A DIVERSÃO QUE MATA!


Não fosse o Carnaval, os 16 jovens de Bandeira do Sul estariam vivos!
Internautas perguntam: “Pra que serve o Carnaval?” Já é hora de o nosso povo parar de ver essa festa como boa cultura e fonte de reais benefícios para o nosso povo e País.  
É da própria essência do Carnaval a liberação dos instintos destrutivos da natureza humana.
Por isso, tal festa ocasiona:
Mais promiscuidade sexual, e, assim, a proliferação da AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis.
Mais sexo irresponsável, gravidez indesejada e crianças sem o amor e cuidado que merecem...  
Mais alcoolismo, violência, estupros...
Mais assaltos, roubos, furtos, assassinatos...
Mais consumo de todas as DROGAS e o aumento de suas pavorosas desgraças...
Mais (doses altíssimas) de sensualidade, pornografia, erotismo, desvirtuando crianças, adolescentes, jovens...
Mais acidentes de Trânsito, famílias e corações despedaçados...
Mais ilusão de liberdade, felicidade e alegria para um povo oprimido, enganado pelo mal espiritual e os governantes regidos por ele...
Mais alienação, carência, pressão econômica, já que o ano “só começa depois do carnaval”...
Mais desperdício de dinheiro público que deveria ser aplicado no verdadeiro bem-estar do povo... 
Carnaval dá muito lucro para uma minoria que vende o que não presta: músicas pobres, bebidas alcoólicas, drogas, camisinhas...
E, pelo amor de Deus, não me diga que o Carnaval se justifica porque  “dá emprego para milhares de pessoas”. Isso é querer “tapar o sol com a peneira”.
É perfeitamente possível que os que “vivem” do Carnaval consigam trabalho e renda promovendo a Vida e o Bem!
Milhões de pessoas fazem isso!!
A sobrevivência financeira de alguns não se torna justa ou legítima quando o MEIO é a degradação, decadência e morte de toda uma sociedade. E é isso que o Carnaval faz com o POVO BRASILEIRO!
Digo de novo: Não fosse o Carnaval, os 16 jovens de Bandeira do Sul estariam vivos! E muitos outros também...
Você crê que Jesus Cristo, o Filho de Deus, ensinou só a Verdade? Eu estou absolutamente certo disso. Pois bem, foi Jesus quem disse que “O LADRÃO”, que é todo agente de destruição, incluindo o próprio Príncipe das Trevas, Satanás, “vem somente para roubar, matar e destruir”! O Carnaval patrocina todo instrumento de morte e destruição! Tenho certeza que é uma festa inspirada por aquele que Jesus chamou de “o Maligno”. Ela só serve aos propósitos dele! Com certeza, ele está por trás do “acidente” que ceifou as 16 vidas e dilacerou as famílias em Bandeira do Sul!
Carnaval mata! Mata em todos os sentidos! Também porque é arma poderosa nas mãos do autor da Morte.
  Meus queridos brasileiros, já é hora de escolherem a Vida! O Senhor dela disse: “..Eu vim para que tenham Vida e a tenham em Abundância”!
Vão me chamar de moralista, mas o que importa é que talvez alguns acordem e não continuem indo para o Matadouro!
Bem aventurados aqueles que tem sede e fome de Justiça, Vida, Alegria, Paz, Liberdade, Diversão que enriquece...porque serão fartos!



Roberto Evangelista de Almeida.
Bacharel em Teologia e Psicanálise Clínica.
pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil.