Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2012

O ALVO FINAL DAS NOSSAS ORAÇÕES

Em toda a história depois da queda o ser humano viu na na oração um mecanismo de obtenção dos favores divinos. É bem verdade que são inumeros os textos na Bíblia que mostram exemplos de oração em que nelas só se vê pedidos  a Deus. Mas não é esta maior incidência de textos bíblicos que deve nos orientar e sim o escopo geral de toda a Bíblia. Nem pelo fato de a oração modelo(Oração do Pai Nosso) conter tantos pedidos, inclusive pelas circunstancialidades da vida, que deveríamos ceder-nos a compreensão de que a oração é tal mecanismo de petições.
O propósito geral da Bíblia é levar-nos ao conhecimento de Deus. Da mesma forma, até na oração modelo com suas petições, o objetivo é que conheçamos o Caráter de Deus.
Orar é conhecer e desvendar as profundezas do relacionamento com Deus. Orar é falar com alguém a quem "conhecemos e prosseguimos em conhecer".
Jesus disse: "Pai nosso que estás nos céus". Somos como um filho que já conhece o pai e ainda está no exercício deste con…

Livros do Rev. Luiz Martins Cardoso

NOVAS PUBLICAÇÕES A Editora Visão Ministerial, tem a honra de levar até você duas novas publicações:
"PAIRANDO ALÉM DAS LETRAS" Autor: Luiz Martins Cardoso A obra de Luiz Martins Cardoso trabalha princípios relevantes para os dias atuais tomando a Palavra de Deus como baliza e aplicando-a ao contexto desfragmentado de uma sociedade pós-moderna. Este livro pode ser encontrado na versão eletrônica ou impressa através do site www.visaoministerial.com.
"O DEUS QUE HABITA EM NÓS" Autor: Luiz Martins Cardoso Essa obra trabalha a questão da habitação do Espírito Santo na vida da pessoa regenerada, destacando as suas graças operadas no desenvolvimento da salvação. É maravilhoso e confortante conhecer essas graças e saber que temos o melhor amigo morando conosco. Com dimensões de 14 x 21cm e 96 páginas. Este livro pode ser encontrado na versão eletrônica ou impressa através do site www.visaoministerial.com.



Postado por

ENCANTAMENTO

Vi um anúncio aqui em minha cidade em que em certa parte se lê assim:
"Unir ou Afastar Pessoas, Fazer voltar alguém a sua companhia...". E ainda: "Amarração e simpatia para o amor e negócios..."

Já pensou que desgraça isso faz nas relações familiares?
Pense num casal unidos não pelo amor consciente, mas por uma espécie de "encantamento" espiritualista; e não se iluda, isto acontece mesmo(em Dt 18.10-13 Deus rejeita os encantadores que na língua original significa: o que faz um nó para prender pessoas).
Já imaginou ter uma pessoa na sua companhia que não te ama, mas se sente na obrigatoriedade espiritual de andar com você? Você gera filhos com essa pessoa e sabe que ela não te ama, ela está com você porque tem um nó espiritual. Mas o mal não para aí, ele tem seus desdobramentos, suas inúmeras formas de procriação:

1. O indivíduo pode ficar o resto da vida com você, mas seu relacionamento será um inferno porque não há amor consciente e verdadei…

SIGA A LUZ

Após cerca de 200 anos depois de Isaac Newton todos pensavam que a velocidade dependia exclusivamente do tempo e do espaço a ser percorrido, até que apareceu um jovem chamado Albert Einstein que veio a descobrir que até o tempo e o espaço estão relativos à velocidade da luz(1.079.252.850 km/h), isto é, se adaptam para que a velocidade da luz seja a mesma em todo o universo. Portanto, a velocidade da luz é a constante e tudo deve submeter-se a ela.
Certa vez Jesus disse: “Eu sou a Luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas”(Jo. 8.12). Ele reivindicara com esta afirmação que Ele é o próprio Deus, já que Ele guiara o povo de Israel pelo deserto quando os livrou de Faraó(Êx. 13.21-22); já que Ele criou o próprio universo fazendo existir primeiro a luz(Gn. 1.3).
Mas o que isto tem a ver conosco? Algo revolucionário, e pode ser resumido assim: não somos chamados a ver o Evangelho(Luz) segundo alguma coisa, mas ver todas as coisas segundo o Evangelho. Quando dizemos: Estou aprendendo…

#001 - Saúde Mental - Amai os vossos inimigos

O OUTRO PREÇO DO CARNAVAL

Não tenho objetivo de protestar contra o Carnaval. Não. O propósito deste texto é destruir esse espírito de ALIENAÇÃO que usa da ocasião de uma festa ALIENÍGENA para aniquilar da comunidade como um todo, a capacidade de refletir acerca de IMPLICAÇÕES que vão além do PRAZER – que dizem respeito à VIDA.

O brasileiro é conhecido como alguém festivo, alegre e bem-humorado e esse é um patrimônio do qual jamais devemos abrir mão. O Brasil é também o lugar que abriga todas as crenças e crédulos, que recebe com facilidade qualquer importação e tem a capacidade de transformá-la em “samba” nacional. O carnaval é uma destas importações.
O carnaval nasce na Grécia, se dissemina por meio da França, mas a melhor caricatura que possui é a versão da antiga Roma onde tudo era “liberado”, como bem descreve a Wikipédia:
“O carnaval daAntiguidadeera marcado por grandes festas, onde se comia, bebia e participava de alegres celebrações e busca incessante dos prazeres. O Carnaval prolongava-se por sete dias na…

VOCÊ TEM UMA FÉ EGOÍSTA OU COMUNITÁRIA?

“Eu não preciso fazer parte de uma igreja local, posso servir a Deus sozinho em casa”.
Provavelmente você já ouviu esta afirmação ou algo parecido. O mais interessante é que isso é visto como algo novo, do nosso tempo, mas é tão velho quanto o próprio pecado. Quando Eva aproximou-se da “árvore do conhecimento do bem e do mal” e foi seduzida pelo diabo ela estava sozinha(Gn. 2.17; 3.1-5).
É trágico ver as distorções que se faz a algo tão simples de compreender e tão vital à fé cristã.
Outra distorção comum é a prática de reunir-se pela mera conveniência ou pela simples adulação que os outros podem nos dá por sermos frequentes nas reuniões, ou para tentar “fazer média com Deus” – como por exemplo, Isaías 1:10-20, como diz o verso 12: “Quando vindes para comparecer perante mim, quem vos requereu o só pisardes os meus átrios?”(grifos meus).
Devo apresentar algumas razões que me vem à mente agora para a boa prática de se congregar numa igreja local:
1.Congrego porque Deus é amor e, portanto não…

UM PRIVILÉGIO QUE POUCOS PROCURAM

Todos procuram privilégios. Privilégios são direitos, vantagens que nos proporcionam certas regalias e benefícios especiais.
Todos procuram privilégios, inclusive os privilégios de Deus. Há, todavia, no Ranking de privilégios alguns que os homens na sua maioria esmagadora desprezam. Dentre os mais rejeitados, destaco em especial um que é dado pelo Espírito Santo, pois é ofício dEle, isto é, Só o Espírito Santo pode realizar tal benefício em nosso coração.
No Evangelho de João 16, nos versos 8 e 9, Jesus disse:
Quando ele[O Espírito Santo] vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo:  do pecado, porque não crêem em mim.
A primeira obra de salvação do Espírito Santo no coração humano é convencer do pecado.
É dar uma profunda consciência ao pecador de que o seu coração é desesperadamente contrário à vontade de Deus(e todo mundo tem um coração assim).
É destronar todo espírito de religiosidade que conduz cada indivíduo à autojustificação(a religiosidade procura levar da autojus…

Escolha bem suas sementes!

Semear é a única atividade da qual jamais seremos capazes de abrir mão.
Toda a criação existe em semeadura...
Os pássaros semeiam, as árvores semeiam, as correntezas semeiam, morcegos semeiam; Enfim, tudo semeia alguma coisa.
Fomos criados para semear...
Nas atividades diárias, semeamos palavras e atitudes;
Palavras perpassam o coração, a mente a alma inteira.
Já as nossas atitudes são um total flagrante de afeto e desafeto.
Quando lemos, semeamos ideias, reflexões e sentimento;
Quando lemos, simplesmente viajamos...
Até quando dormimos semeamos;
Sim, semeamos descanso, renovo ou memórias do subconsciente.
Por isso, como bom semeador, escolha bem suas sementes!

Edsandro Monteiro: PROFESSORA NOTA DEZ

Havia certa vez um homem navegando com seu balão, por um lugar desconhecido. Ele estava completamente perdido, e qual grande foi sua surpresa quando encontrou uma pessoa... Ao reduzir um pouco a altitude do balão, em uma distância de 10m aproximadamente, ele gritou para a pessoa:

- Hei, você aí­, aonde eu estou? E então a jovem respondeu:
- Você está num balão a 10 m de altura! Então o homem fez outra pergunta:
- Você é professora, não é? A moça respondeu:
- Sim... puxa! Como o senhor adivinhou? E o homem:
- É simples, Você me deu uma resposta tecnicamente correta, mas que não me serve para nada...
Então a professora pergunta:
- O senhor é secretário da educação, não é? E o homem:
- Sou... Como você adivinhou??? E a Professora:
- Simples: o senhor está completamente perdido, não sabe fazer nada e ainda quer colocar a culpa no professor.
Fonte: http://servidornota10.blogspot.com/2011/11/professora-nota-dez.html