Pular para o conteúdo principal

QUANDO AS MULHERES ENSINAM AOS HOMENS O QUE É CORAGEM

 UM ANO COM O NOVO TESTAMENTO E COM OS SALMOS
LEITURA BÍBLICA DE HOJE: MATEUS 27


1 ¶ Ao romper o dia, todos os principais sacerdotes e os anciãos do povo entraram em conselho contra Jesus, para o matarem;
2  e, amarrando-o, levaram-no e o entregaram ao governador Pilatos.
3  Então, Judas, o que o traiu, vendo que Jesus fora condenado, tocado de remorso, devolveu as trinta moedas de prata aos principais sacerdotes e aos anciãos, dizendo:
4  Pequei, traindo sangue inocente. Eles, porém, responderam: Que nos importa? Isso é contigo.
5  Então, Judas, atirando para o santuário as moedas de prata, retirou-se e foi enforcar-se.
6  E os principais sacerdotes, tomando as moedas, disseram: Não é lícito deitá-las no cofre das ofertas, porque é preço de sangue.
7  E, tendo deliberado, compraram com elas o campo do oleiro, para cemitério de forasteiros.
8  Por isso, aquele campo tem sido chamado, até ao dia de hoje, Campo de Sangue.
9  Então, se cumpriu o que foi dito por intermédio do profeta Jeremias: Tomaram as trinta moedas de prata, preço em que foi estimado aquele a quem alguns dos filhos de Israel avaliaram;
10  e as deram pelo campo do oleiro, assim como me ordenou o Senhor.
11 ¶ Jesus estava em pé ante o governador; e este o interrogou, dizendo: És tu o rei dos judeus? Respondeu-lhe Jesus: Tu o dizes.
12  E, sendo acusado pelos principais sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu.
13  Então, lhe perguntou Pilatos: Não ouves quantas acusações te fazem?
14  Jesus não respondeu nem uma palavra, vindo com isto a admirar-se grandemente o governador.
15  Ora, por ocasião da festa, costumava o governador soltar ao povo um dos presos, conforme eles quisessem.
16  Naquela ocasião, tinham eles um preso muito conhecido, chamado Barrabás.
17  Estando, pois, o povo reunido, perguntou-lhes Pilatos: A quem quereis que eu vos solte, a Barrabás ou a Jesus, chamado Cristo?
18  Porque sabia que, por inveja, o tinham entregado.
19  E, estando ele no tribunal, sua mulher mandou dizer-lhe: Não te envolvas com esse justo; porque hoje, em sonho, muito sofri por seu respeito.
20  Mas os principais sacerdotes e os anciãos persuadiram o povo a que pedisse Barrabás e fizesse morrer Jesus.
21  De novo, perguntou-lhes o governador: Qual dos dois quereis que eu vos solte? Responderam eles: Barrabás!
22  Replicou-lhes Pilatos: Que farei, então, de Jesus, chamado Cristo? Seja crucificado! Responderam todos.
23  Que mal fez ele? Perguntou Pilatos. Porém cada vez clamavam mais: Seja crucificado!
24  Vendo Pilatos que nada conseguia, antes, pelo contrário, aumentava o tumulto, mandando vir água, lavou as mãos perante o povo, dizendo: Estou inocente do sangue deste justo ; fique o caso convosco!
25  E o povo todo respondeu: Caia sobre nós o seu sangue e sobre nossos filhos!
26 ¶ Então, Pilatos lhes soltou Barrabás; e, após haver açoitado a Jesus, entregou-o para ser crucificado.
27  Logo a seguir, os soldados do governador, levando Jesus para o pretório, reuniram em torno dele toda a coorte.
28  Despojando-o das vestes, cobriram-no com um manto escarlate;
29  tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça e, na mão direita, um caniço; e, ajoelhando-se diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, rei dos judeus!
30  E, cuspindo nele, tomaram o caniço e davam-lhe com ele na cabeça.
31  Depois de o terem escarnecido, despiram-lhe o manto e o vestiram com as suas próprias vestes. Em seguida, o levaram para ser crucificado.
32  Ao saírem, encontraram um cireneu, chamado Simão, a quem obrigaram a carregar-lhe a cruz.
33 ¶ E, chegando a um lugar chamado Gólgota, que significa Lugar da Caveira,
34  deram-lhe a beber vinho com fel; mas ele, provando-o, não o quis beber.
35  Depois de o crucificarem, repartiram entre si as suas vestes, tirando a sorte.
36  E, assentados ali, o guardavam.
37  Por cima da sua cabeça puseram escrita a sua acusação: ESTE É JESUS, O REI DOS JUDEUS.
38  E foram crucificados com ele dois ladrões, um à sua direita, e outro à sua esquerda.
39  Os que iam passando blasfemavam dele, meneando a cabeça e dizendo:
40  Ó tu que destróis o santuário e em três dias o reedificas! Salva-te a ti mesmo, se és Filho de Deus, e desce da cruz!
41  De igual modo, os principais sacerdotes, com os escribas e anciãos, escarnecendo, diziam:
42  Salvou os outros, a si mesmo não pode salvar-se. É rei de Israel! Desça da cruz, e creremos nele.
43  Confiou em Deus; pois venha livrá-lo agora, se, de fato, lhe quer bem; porque disse: Sou Filho de Deus.
44  E os mesmos impropérios lhe diziam também os ladrões que haviam sido crucificados com ele.
45  Desde a hora sexta até à hora nona, houve trevas sobre toda a terra.
46  Por volta da hora nona, clamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni? O que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?
47  E alguns dos que ali estavam, ouvindo isto, diziam: Ele chama por Elias.
48  E, logo, um deles correu a buscar uma esponja e, tendo-a embebido de vinagre e colocado na ponta de um caniço, deu-lhe a beber.
49  Os outros, porém, diziam: Deixa, vejamos se Elias vem salvá-lo.
50 ¶ E Jesus, clamando outra vez com grande voz, entregou o espírito.
51  Eis que o véu do santuário se rasgou em duas partes de alto a baixo; tremeu a terra, fenderam-se as rochas;
52  abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos, que dormiam, ressuscitaram;
53  e, saindo dos sepulcros depois da ressurreição de Jesus, entraram na cidade santa e apareceram a muitos.
54  O centurião e os que com ele guardavam a Jesus, vendo o terremoto e tudo o que se passava, ficaram possuídos de grande temor e disseram: Verdadeiramente este era Filho de Deus.
55  Estavam ali muitas mulheres, observando de longe; eram as que vinham seguindo a Jesus desde a Galiléia, para o servirem;
56  entre elas estavam Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago e de José, e a mulher de Zebedeu.
57 ¶ Caindo a tarde, veio um homem rico de Arimatéia, chamado José, que era também discípulo de Jesus.
58  Este foi ter com Pilatos e lhe pediu o corpo de Jesus. Então, Pilatos mandou que lho fosse entregue.
59  E José, tomando o corpo, envolveu-o num pano limpo de linho
60  e o depositou no seu túmulo novo, que fizera abrir na rocha; e, rolando uma grande pedra para a entrada do sepulcro, se retirou.
61  Achavam-se ali, sentadas em frente da sepultura, Maria Madalena e a outra Maria.
62  No dia seguinte, que é o dia depois da preparação, reuniram-se os principais sacerdotes e os fariseus e, dirigindo-se a Pilatos,
63  disseram-lhe: Senhor, lembramo-nos de que aquele embusteiro, enquanto vivia, disse: Depois de três dias ressuscitarei.
64  Ordena, pois, que o sepulcro seja guardado com segurança até ao terceiro dia, para não suceder que, vindo os discípulos, o roubem e depois digam ao povo: Ressuscitou dos mortos; e será o último embuste pior que o primeiro.
65  Disse-lhes Pilatos: Aí tendes uma escolta; ide e guardai o sepulcro como bem vos parecer.
66  Indo eles, montaram guarda ao sepulcro, selando a pedra e deixando ali a escolta.
Sábado, 8 de março de 2013
 DESTAQUE:
Estavam ali muitas mulheres, observando de longe; eram as que vinham seguindo a Jesus desde a Galiléia, para o servirem; entre elas estavam Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago e de José, e a mulher de Zebedeu. (Mt 26:26)

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Você não acha maravilhoso o fato de nossa leitura de hoje conter uma referência tão significativa sobre as mulheres exatamente no Dia Internacional da Mulher?
Fala sério, as mulheres sempre esteve um passo a frente dos homens em matéria de reconhecimento da grandeza de Cristo!

O texto de hoje nos diz que elas seguiam e serviam Jesus e, no momento mais dramático da vida do Salvador, elas estavam presentes, quando a maioria dos discípulos já tinha fugido!

Foi diante da cruz que essas mulheres ensinaram aos homens o que é coragem!

Pense nisto!

Tenha um bom dia em nome de Jesus!
M. Ilton

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM PARA FORMANDOS EM PEDAGOGIA– No auditório da Escola Heloísa de Campos–Morada Nova de Minas–11/02/2011

TEMA: SEMEADORES DO BEM
TEXTO: Mateus 13:3.
Há muitos motivos para hoje ser uma noite de celebrações, uma delas é que vocês venceram, seus familiares e professores vencem com vocês e o que na Grécia antiga era serviço de alguns escravos, hoje, meritoriamente é reconhecida como uma profissão vital para o Sistema Educacional.
Estou aqui para abençoa-los como Deus me incumbiu e não posso fazê-lo sem refletir na pedagogia de Jesus:
Para isto, gostaria de meditar Mateus 13.3 quando Ele diz: “Eis que o semeador saiu a semear”.
Falando de si mesmo, o Mestre dos mestres resume sua prática pedagógica no ato de semear.
Semear parece ser algo simples demais para configurar uma teoria, mas é, ao meu modo de ver, o casamento da vida. O casamento da semente com a terra.
Se Ele andasse pelas ruas corporalmente como o fez a dois milênios, observaria nossos vizinhos plantando o milho nos quintais e lotes vagos nos finais de ano e em janeiro nos ensinaria preciosas lições desde o plantio do mil…

Fortalece

Bíblia em Texto e ÁudioTV PresbiterianaPrograma Verdade e VidaBlog LEITURA BÍBLICA de segunda-feira, 29 de abril de 2013 DESTAQUE: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos peneirar como trigo;mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, fortalece teus irmãos”. (Lc. 22.32).

Este é um dos mais marcantes episódios na vida de Pedro, pois mesmo quando o apóstolo estava sob a obscurecente sombra da autossuficiência, nosso Senhor Jesus roga por ele para que satanás não viesse a peneira-lo como trigo. A verdade é que todos nós seríamos restolho na peneira, destinados à destruição, ao fogo, se Jesus não intercedesse por nós. Jesus, no entanto, não apenas intercede por nós, mas nos comissiona dizendo: “...e tu, quando te converteres, fortalece teus irmãos”. Este é um chamado claro: Fortalecer os irmãos. Escolha fortalecer os irmãos hoje. Escolha abençoar alguém na fé em Cristo esta semana! Pense nisto! Tenha um bom fim de semana em nome de Jesus! M. Ilton.