Pular para o conteúdo principal

Fatos



 Bíblia em Texto e Áudio          TV Presbiteriana          Programa Verdade e Vida         Blog
HOJE É sexta-feira, 29 de março de 2013
 DESTAQUE:
Visto que muitos houve que empreenderam uma narração coordenada dos fatos que entre nós se realizaram”. (Lc. 01:01)
Fé se baseia em FATOS. Lucas, o “médico amado” como Paulo o chama, fez questão de começar sua narração relatando fatos.
Nem tudo o que você lê nos Evangelhos poderá ser comprovado pela arqueologia ou qualquer outra ciência. Isto é natural, uma vez que a ciência não pode comprovar todas as coisas do passado. Há fatos na sua vida que jamais poderá ser estudado pela ciência. Por exemplo, nossos pais podem contar coisas que jamais poderão ser comprovadas. Qual foi a primeira queda, qual foi o primeira palavra dita etc. No entanto, não deixam de ser FATO.
Assim os Evangelhos relatam fatos impressionantes(e Lucas se concentra muito nos milagres realizados por Jesus) que são impossíveis de serem estudados. Há apenas, a narração do evangelista(lucas), mas essa narração diz ele, é fruto de um séria pesquisa.
 A fé é baseada em fatos!
Pense nisto!
Tenha um bom dia em nome de Jesus!
M. Ilton.
LEIA O CAPÍTULO DE HOJE: Lucas 01

Luke 1:1 Visto que muitos houve que empreenderam uma narração coordenada dos fatos que entre nós se realizaram,
 2 conforme nos transmitiram os que desde o princípio foram deles testemunhas oculares e ministros da palavra,
 3 igualmente a mim me pareceu bem, depois de acurada investigação de tudo desde sua origem, dar-te por escrito, excelentíssimo Teófilo, uma exposição em ordem,
 4 para que tenhas plena certeza das verdades em que foste instruído.
 5 Nos dias de Herodes, rei da Judéia, houve um sacerdote chamado Zacarias, do turno de Abias. Sua mulher era das filhas de Arão e se chamava Isabel.
 6 Ambos eram justos diante de Deus, vivendo irrepreensivelmente em todos os preceitos e mandamentos do Senhor.
 7 E não tinham filhos, porque Isabel era estéril, sendo eles avançados em dias.
 8 Ora, aconteceu que, exercendo ele diante de Deus o sacerdócio na ordem do seu turno, coube-lhe por sorte,
 9 segundo o costume sacerdotal, entrar no santuário do Senhor para queimar o incenso;
 10 e, durante esse tempo, toda a multidão do povo permanecia da parte de fora, orando.
 11 E eis que lhe apareceu um anjo do Senhor, em pé, à direita do altar do incenso.
 12 Vendo-o, Zacarias turbou-se, e apoderou-se dele o temor.
 13 Disse-lhe, porém, o anjo: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida; e Isabel, tua mulher, te dará à luz um filho, a quem darás o nome de João.
 14 Em ti haverá prazer e alegria, e muitos se regozijarão com o seu nascimento.
 15 Pois ele será grande diante do Senhor, não beberá vinho nem bebida forte e será cheio do Espírito Santo, já do ventre materno.
 16 E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor, seu Deus.
 17 E irá adiante do Senhor no espírito e poder de Elias, para converter o coração dos pais aos filhos, converter os desobedientes à prudência dos justos e habilitar para o Senhor um povo preparado.
 18 Então, perguntou Zacarias ao anjo: Como saberei isto? Pois eu sou velho, e minha mulher, avançada em dias.
 19 Respondeu-lhe o anjo: Eu sou Gabriel, que assisto diante de Deus, e fui enviado para falar-te e trazer-te estas boas-novas.
 20 Todavia, ficarás mudo e não poderás falar até ao dia em que estas coisas venham a realizar-se; porquanto não acreditaste nas minhas palavras, as quais, a seu tempo, se cumprirão.
 21 O povo estava esperando a Zacarias e admirava-se de que tanto se demorasse no santuário.
 22 Mas, saindo ele, não lhes podia falar; então, entenderam que tivera uma visão no santuário. E expressava-se por acenos e permanecia mudo.
 23 Sucedeu que, terminados os dias de seu ministério, voltou para casa.
 24 Passados esses dias, Isabel, sua mulher, concebeu e ocultou-se por cinco meses, dizendo:
 25 Assim me fez o Senhor, contemplando-me, para anular o meu opróbrio perante os homens.
 26 No sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado, da parte de Deus, para uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,
 27 a uma virgem desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria.
 28 E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo.
 29 Ela, porém, ao ouvir esta palavra, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação.
 30 Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus.
 31 Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus.
 32 Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai;
 33 ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim.
 34 Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum?
 35 Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus.
 36 E Isabel, tua parenta, igualmente concebeu um filho na sua velhice, sendo este já o sexto mês para aquela que diziam ser estéril.
 37 Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas.
 38 Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra. E o anjo se ausentou dela.
 39 Naqueles dias, dispondo-se Maria, foi apressadamente à região montanhosa, a uma cidade de Judá,
 40 entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel.
 41 Ouvindo esta a saudação de Maria, a criança lhe estremeceu no ventre; então, Isabel ficou possuída do Espírito Santo.
 42 E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre!
 43 E de onde me provém que me venha visitar a mãe do meu Senhor?
 44 Pois, logo que me chegou aos ouvidos a voz da tua saudação, a criança estremeceu de alegria dentro de mim.
 45 Bem-aventurada a que creu, porque serão cumpridas as palavras que lhe foram ditas da parte do Senhor.
 46 Então, disse Maria: A minha alma engrandece ao Senhor,
 47 e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador,
 48 porque contemplou na humildade da sua serva. Pois, desde agora, todas as gerações me considerarão bem-aventurada,
 49 porque o Poderoso me fez grandes coisas. Santo é o seu nome.
 50 A sua misericórdia vai de geração em geração sobre os que o temem.
 51 Agiu com o seu braço valorosamente; dispersou os que, no coração, alimentavam pensamentos soberbos.
 52 Derribou do seu trono os poderosos e exaltou os humildes.
 53 Encheu de bens os famintos e despediu vazios os ricos.
 54 Amparou a Israel, seu servo, a fim de lembrar-se da sua misericórdia
 55 a favor de Abraão e de sua descendência, para sempre, como prometera aos nossos pais.
 56 Maria permaneceu cerca de três meses com Isabel e voltou para casa.
 57 A Isabel cumpriu-se o tempo de dar à luz, e teve um filho.
 58 Ouviram os seus vizinhos e parentes que o Senhor usara de grande misericórdia para com ela e participaram do seu regozijo.
 59 Sucedeu que, no oitavo dia, foram circuncidar o menino e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias.
 60 De modo nenhum! Respondeu sua mãe. Pelo contrário, ele deve ser chamado João.
 61 Disseram-lhe: Ninguém há na tua parentela que tenha este nome.
 62 E perguntaram, por acenos, ao pai do menino que nome queria que lhe dessem.
 63 Então, pedindo ele uma tabuinha, escreveu: João é o seu nome. E todos se admiraram.
 64 Imediatamente, a boca se lhe abriu, e, desimpedida a língua, falava louvando a Deus.
 65 Sucedeu que todos os seus vizinhos ficaram possuídos de temor, e por toda a região montanhosa da Judéia foram divulgadas estas coisas.
 66 Todos os que as ouviram guardavam-nas no coração, dizendo: Que virá a ser, pois, este menino? E a mão do Senhor estava com ele.
 67 Zacarias, seu pai, cheio do Espírito Santo, profetizou, dizendo:
 68 Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, porque visitou e redimiu o seu povo,
 69 e nos suscitou plena e poderosa salvação na casa de Davi, seu servo,
 70 como prometera, desde a antiguidade, por boca dos seus santos profetas,
 71 para nos libertar dos nossos inimigos e das mãos de todos os que nos odeiam;
 72 para usar de misericórdia com os nossos pais e lembrar-se da sua santa aliança
 73 e do juramento que fez a Abraão, o nosso pai,
 74 de conceder-nos que, livres das mãos de inimigos, o adorássemos sem temor,
 75 em santidade e justiça perante ele, todos os nossos dias.
 76 Tu, menino, serás chamado profeta do Altíssimo, porque precederás o Senhor, preparando-lhe os caminhos,
 77 para dar ao seu povo conhecimento da salvação, no redimi-lo dos seus pecados,
 78 graças à entranhável misericórdia de nosso Deus, pela qual nos visitará o sol nascente das alturas,
 79 para alumiar os que jazem nas trevas e na sombra da morte, e dirigir os nossos pés pelo caminho da paz.
 80 O menino crescia e se fortalecia em espírito. E viveu nos desertos até ao dia em que havia de manifestar-se a Israel.
 (Luk 1:1 ARA)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM PARA FORMANDOS EM PEDAGOGIA– No auditório da Escola Heloísa de Campos–Morada Nova de Minas–11/02/2011

TEMA: SEMEADORES DO BEM
TEXTO: Mateus 13:3.
Há muitos motivos para hoje ser uma noite de celebrações, uma delas é que vocês venceram, seus familiares e professores vencem com vocês e o que na Grécia antiga era serviço de alguns escravos, hoje, meritoriamente é reconhecida como uma profissão vital para o Sistema Educacional.
Estou aqui para abençoa-los como Deus me incumbiu e não posso fazê-lo sem refletir na pedagogia de Jesus:
Para isto, gostaria de meditar Mateus 13.3 quando Ele diz: “Eis que o semeador saiu a semear”.
Falando de si mesmo, o Mestre dos mestres resume sua prática pedagógica no ato de semear.
Semear parece ser algo simples demais para configurar uma teoria, mas é, ao meu modo de ver, o casamento da vida. O casamento da semente com a terra.
Se Ele andasse pelas ruas corporalmente como o fez a dois milênios, observaria nossos vizinhos plantando o milho nos quintais e lotes vagos nos finais de ano e em janeiro nos ensinaria preciosas lições desde o plantio do mil…

Fortalece

Bíblia em Texto e ÁudioTV PresbiterianaPrograma Verdade e VidaBlog LEITURA BÍBLICA de segunda-feira, 29 de abril de 2013 DESTAQUE: “Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos peneirar como trigo;mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, fortalece teus irmãos”. (Lc. 22.32).

Este é um dos mais marcantes episódios na vida de Pedro, pois mesmo quando o apóstolo estava sob a obscurecente sombra da autossuficiência, nosso Senhor Jesus roga por ele para que satanás não viesse a peneira-lo como trigo. A verdade é que todos nós seríamos restolho na peneira, destinados à destruição, ao fogo, se Jesus não intercedesse por nós. Jesus, no entanto, não apenas intercede por nós, mas nos comissiona dizendo: “...e tu, quando te converteres, fortalece teus irmãos”. Este é um chamado claro: Fortalecer os irmãos. Escolha fortalecer os irmãos hoje. Escolha abençoar alguém na fé em Cristo esta semana! Pense nisto! Tenha um bom fim de semana em nome de Jesus! M. Ilton. …