Pular para o conteúdo principal

Renúncia



 Bíblia em Texto e Áudio          TV Presbiteriana          Programa Verdade e Vida         Blog
LEITURA BÍBLICA de quarta-feira, 17 de abril de 2013
 DESTAQUE:
Assim, pois, todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo”.(Lc. 14.33).
Provavelmente você se lembra de que uma grande multidão seguia Jesus(v.25) – na verdade eram milhares de homens, sem contar mulheres e crianças como era o costume na época. E quando se lê os versos 25-35 deste capítulo, tem-se a impressão que Jesus disse consigo mesmo: “Bom, está na hora de esclarecer algumas coisas.” E então Ele passa a falar sobre discipulado.
Uma das marcas contundentes do discípulo de Jesus é a RENÚNCIA. Que é a capacidade de abrir mão de privilégios(mesmo que estes sejam legítimos e legais) para depender e confiar somente em Cristo.
A condição imposta por Jesus é clara: “...todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo”(note os grifos).
Pense nisto!
Tenha um bom dia em nome de Jesus!
M. Ilton.
LEIA O CAPÍTULO INTEIRO: Lucas 14


1 ¶ Aconteceu que, ao entrar ele num sábado na casa de um dos principais fariseus para comer pão, eis que o estavam observando.
2  Ora, diante dele se achava um homem hidrópico.
3  Então, Jesus, dirigindo-se aos intérpretes da Lei e aos fariseus, perguntou-lhes: É ou não é lícito curar no sábado?
4  Eles, porém, nada disseram. E, tomando-o, o curou e o despediu.
5  A seguir, lhes perguntou: Qual de vós, se o filho ou o boi cair num poço, não o tirará logo, mesmo em dia de sábado?
6  A isto nada puderam responder.
7 ¶ Reparando como os convidados escolhiam os primeiros lugares, propôs-lhes uma parábola:
8  Quando por alguém fores convidado para um casamento, não procures o primeiro lugar; para não suceder que, havendo um convidado mais digno do que tu,
9  vindo aquele que te convidou e também a ele, te diga: Dá o lugar a este. Então, irás, envergonhado, ocupar o último lugar.
10  Pelo contrário, quando fores convidado, vai tomar o último lugar; para que, quando vier o que te convidou, te diga: Amigo, senta-te mais para cima. Ser-te-á isto uma honra diante de todos os mais convivas.
11  Pois todo o que se exalta será humilhado; e o que se humilha será exaltado.
12  Disse também ao que o havia convidado: Quando deres um jantar ou uma ceia, não convides os teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes, nem vizinhos ricos; para não suceder que eles, por sua vez, te convidem e sejas recompensado.
13  Antes, ao dares um banquete, convida os pobres, os aleijados, os coxos e os cegos;
14  e serás bem-aventurado, pelo fato de não terem eles com que recompensar-te; a tua recompensa, porém, tu a receberás na ressurreição dos justos.
15 ¶ Ora, ouvindo tais palavras, um dos que estavam com ele à mesa, disse-lhe: Bem-aventurado aquele que comer pão no reino de Deus.
16  Ele, porém, respondeu: Certo homem deu uma grande ceia e convidou muitos.
17  À hora da ceia, enviou o seu servo para avisar aos convidados: Vinde, porque tudo já está preparado.
18  Não obstante, todos, à uma, começaram a escusar-se. Disse o primeiro: Comprei um campo e preciso ir vê-lo; rogo-te que me tenhas por escusado.
19  Outro disse: Comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-las; rogo-te que me tenhas por escusado.
20  E outro disse: Casei-me e, por isso, não posso ir.
21  Voltando o servo, tudo contou ao seu senhor. Então, irado, o dono da casa disse ao seu servo: Sai depressa para as ruas e becos da cidade e traze para aqui os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos.
22  Depois, lhe disse o servo: Senhor, feito está como mandaste, e ainda há lugar.
23  Respondeu-lhe o senhor: Sai pelos caminhos e atalhos e obriga a todos a entrar, para que fique cheia a minha casa.
24  Porque vos declaro que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minha ceia.
25 ¶ Grandes multidões o acompanhavam, e ele, voltando-se, lhes disse:
26  Se alguém vem a mim e não aborrece a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs e ainda a sua própria vida, não pode ser meu discípulo.
27  E qualquer que não tomar a sua cruz e vier após mim não pode ser meu discípulo.
28  Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir?
29  Para não suceder que, tendo lançado os alicerces e não a podendo acabar, todos os que a virem zombem dele,
30  dizendo: Este homem começou a construir e não pôde acabar.
31  Ou qual é o rei que, indo para combater outro rei, não se assenta primeiro para calcular se com dez mil homens poderá enfrentar o que vem contra ele com vinte mil?
32  Caso contrário, estando o outro ainda longe, envia-lhe uma embaixada, pedindo condições de paz.
33  Assim, pois, todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo.
34  O sal é certamente bom; caso, porém, se torne insípido, como restaurar-lhe o sabor?
35  Nem presta para a terra, nem mesmo para o monturo; lançam-no fora. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MENSAGEM PARA FORMANDOS EM PEDAGOGIA– No auditório da Escola Heloísa de Campos–Morada Nova de Minas–11/02/2011

TEMA: SEMEADORES DO BEM
TEXTO: Mateus 13:3.
Há muitos motivos para hoje ser uma noite de celebrações, uma delas é que vocês venceram, seus familiares e professores vencem com vocês e o que na Grécia antiga era serviço de alguns escravos, hoje, meritoriamente é reconhecida como uma profissão vital para o Sistema Educacional.
Estou aqui para abençoa-los como Deus me incumbiu e não posso fazê-lo sem refletir na pedagogia de Jesus:
Para isto, gostaria de meditar Mateus 13.3 quando Ele diz: “Eis que o semeador saiu a semear”.
Falando de si mesmo, o Mestre dos mestres resume sua prática pedagógica no ato de semear.
Semear parece ser algo simples demais para configurar uma teoria, mas é, ao meu modo de ver, o casamento da vida. O casamento da semente com a terra.
Se Ele andasse pelas ruas corporalmente como o fez a dois milênios, observaria nossos vizinhos plantando o milho nos quintais e lotes vagos nos finais de ano e em janeiro nos ensinaria preciosas lições desde o plantio do mil…

Fortalece

Bíblia em Texto e ÁudioTV PresbiterianaPrograma Verdade e VidaBlog LEITURA BÍBLICA de segunda-feira, 29 de abril de 2013 DESTAQUE: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos peneirar como trigo;mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, fortalece teus irmãos”. (Lc. 22.32).

Este é um dos mais marcantes episódios na vida de Pedro, pois mesmo quando o apóstolo estava sob a obscurecente sombra da autossuficiência, nosso Senhor Jesus roga por ele para que satanás não viesse a peneira-lo como trigo. A verdade é que todos nós seríamos restolho na peneira, destinados à destruição, ao fogo, se Jesus não intercedesse por nós. Jesus, no entanto, não apenas intercede por nós, mas nos comissiona dizendo: “...e tu, quando te converteres, fortalece teus irmãos”. Este é um chamado claro: Fortalecer os irmãos. Escolha fortalecer os irmãos hoje. Escolha abençoar alguém na fé em Cristo esta semana! Pense nisto! Tenha um bom fim de semana em nome de Jesus! M. Ilton.